Olhos que condenam: um dilacerante retrato de injustiça

Hoje maratonei a minissérie original da Netflix “Olhos que condenam” (When they see us). A obra retrata com muita sensibilidade a história de cinco meninos nova-iorquinos e de comunidades periféricas, que foram injustamente acusados de ter cometido um estupro brutal no Central Park. Trisha Meili era uma jovem de 28 anos que estava correndo no …

Eu, Daniel Blake e o direito à dignidade negado

O filme Eu, Daniel Blake (2016 e atualmente disponível na Netflix) foi dirigido pelo cineasta britânico Ken Loach com uma clara intencionalidade: mostrar vidas de pessoas que caem na margem da sociedade e que tem seu direito à dignidade friamente negado. Em uma excelente entrevista publicada no início deste ano pelo jornal El País, Loach …

Brumadinho: a falta de empatia diária que destrói nossas vidas

Estamos todos sensibilizados com a situação vivenciada pela comunidade de Brumadinho, em MG, após o rompimento da barragem de lama e rejeitos químicos que soterrou vidas humanas de forma brutal (sem nem entrar no mérito de todo o ecossistema ali afetado, que também é de uma violência que não pode ser medida em palavras). Não …